domingo, 2 de novembro de 2008

O TEMPO DA NATUREZA...

Atualmente tenho tipo pouco tempo.................pouco tempo para escrever posts, pouco tempo para cozinhar, pouco tempo para passear, pouco tempo, pouco tempo, pouco tempo.....até cursos para saber aproveitar o tempo já existem, mas uma de nossas eternas reclamações é sobre a falta de tempo.
Mas, o que é isso afinal, se o tempo sempre foi o mesmo ? Já sei, nós é que criamos coisas para nos ocupar o tempo e não estamos dando conta de fazê-las. Aí reclamamos que o tempo é curto e que os dias precisariam ter 30, 34 horas....E olha,que aquela história de dormir oito horas por noite nem sempre funciona, porque até dormindo menos as pessoas já estão. Mas, para a natureza, o tempo continua o mesmo e ele continua regendo essa obra misteriosa que é a vida, que passa, que passa, que passa....
E mesmo reclamando de pouco tempo, não deixei de acompanhar o casal de sabiás que fez ninho no pé de pitangas em flor do meu quintal e cujos filhotes já deixaram o ninho onde as flores de pitanga já viraram frutos que como quando me sobra um tempo....



FORAM 3 OVINHOS


QUE A MÃE DESCONFIADA CHOCOU


O CASAL NÃO SAÍA DE PERTO


O PRIMEIRO CHEGOU - MUITO FEIO


OS TRÊS CHEGARAM - MUITO FEIOS E FRÁGEIS

PARA FOTOGRAFAR, COM O MENOR BARULHO
JÁ ABRIAM OS BICOS PENSANDO SER A MÃE COM COMIDA


RAPIDAMENTE GANHARAM PENUGEM


EPA, ESSE LUGAR TÁ FICANDO APERTADO



QUE VONTADE DE GANHAR O MUNDO

FICANDO MADURAS TAMBÉM

ÁRVORE DE NATAL ??


JÁ ESTÁ NO TEMPO DE SAIR...


A PRIMEIRA AVENTURA...ESSE CONSEGUIU SUBIR

ESTE VOOU MAS LOGO ATERRISOU

E foi assim que o ninho ficou vazio num período de mais ou menos um mês e meio.

E é assim que a pensar na vida e no tempo me lembro do poema As pombas de Raimundo Correia.

Vai-se a primeira pomba despertada...

Vai-se outra mais... mais outra... enfim dezenas

Das pombas vão-se dos pombais, apenas

Raia sangüinea e fresca a madrugada.

E à tarde, quando a rígida nortada

Sopra, aos pombais, de novo elas, serenas,

Ruflando as asas, sacudindo as penas,

Voltam todas em bando e em revoada...

Também dos corações onde abotoam

Os sonhos, um a um, céleres voam,

Como voam as pombas dos pombais;

No azul da adolescência as asas soltam,

Fogem... Mas aos pombais as pombas voltam,

E eles aos corações não voltam mais.

9 comentários:

Andrea Nunes disse...

Que post lindo! Tu sabes, a minha médica da cabeça vive me dizendo que eu me encho de coisa para fazer para não pensar no que me incomoda. E tenho quase certeza que ela tem razão!

beijoca

Fer Guimaraes Rosa disse...

Querida Ana!
Nem fala--tempo, tempo, tempo... eh o que todo mundo precisa de um extra.
Mas que sorte a sua poder experienciar e fotografar esse milagre de vida! Que fofurice esses passarinhos e foram nascer no melhor lugar, na arvore de pintanga! Essas fotos vao pro livro de ouro.
Beijo enorme,

Luciana Macêdo disse...

Tempo anda mesmo curto, não da para fazer a metade do que planejamos. Veja os passarinhos, o tempo deles no ninho já passou e voaram para um novo tempo.
Passa lá no blog e leia(caso ainda não tenha lido) um post "Os domingos precisam de feriado" está na pasta "Variedades para a hora do cafezinho", é bem interessante.
Bjs!

Anônimo disse...

Que coisa mais linda e intrigante é a natureza, somente Deus para fazer algo tão surpreendente.
E voce que paciencia e cuidado para registrar passo a passo.
Ah, a pitangueira alem de linda é deliciosa!!
Patricia -bh

Vivian disse...

ual. Primeira vez que vejo um acompanhamento tao de perto, de um ninho. Vc está de parabéns, e arrematou com chave de ouro

bom fds

Cláudia disse...

Amei o seu post, e que tempo ganho tirando as fotos e acompanhando estes lindos e fofos passarinhos! Lembrei-me que minha professora de português nos fez decorar esta linda poesia, é... naquele tempo decorávamos poesias!

bjs

Neide Rigo disse...

Ana!
Fiquei emocionada de ver o seguimento todo. Lindo, lindo. Parabéns!!

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver meu Curso de Informática online.Emily Nascimento

Sergio Bucco disse...

Muito linda esta sequência de imagens mostrando a ação da Natureza!
Em nosso pátio as pombas (e as sabias) especialmente têm feito os seus ninhos com o processo de reprodução completo!
É maravilhoso!
Parabéns pelo teu trabalho!
Abjçs!