sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

VÁ FRITAR BATATAS...

O ditado nos manda plantar, mas muito de vez em quando - que expressão é essa ??, eu resolvo fritar. Aliás um litro de óleo em casa dura muuuuuuito.

As batatas e portanto as fotos foram feitas já faz bastante tempo e coincidentemente naqueles dias a Neide fez um post sobre batata doce frita em baixa temperatura, não sem antes nos brindar com suas divertidas histórias, firulas como ela mesma disse; aprendidas com uma outra Neide e que a mãe dela debochou pois já conhecia o jeito há tempos...Já viram, se a Neide sabe muito, imaginem a mãe !!!!

Pois então fiquei pensando se não foi com a minha mãe que aprendi a fazer batatas fritas, mas é claro que não, pois as dela são muito mais gostosas.....são de mãe, da minha !

E com assumidíssima corujice, anseio por ouvir um dia um "ninguém faz batata como a minha mãe", ou "paga micos" como a minha mãe, "fala bobagens" como a minha mãe, "é maluca" , "é style" (gíria atual, para legal) como minha mãe.

Então, ao leitor, as batatas !!!! Aproveitando, quem não leu Machado de Assis, aproveite.

Descasco e corto as batatas meio pedaçudas (ah, isso é pra quem gosta da batata crocante por fora e carnuda por dentro).
Coloco em água já fervente com um pouco de sal e raminhos de alecrim. Deixo que fiquem um pouco, só um pouco, moles. Escorro em uma peneira e coloco por uns 10 minutinhos no freezer.
Aqueço óleo em uma panela de fundo fino (pra ser mais rápido e não baixar muito a temperatura do óleo) e coloco as batatas até ficarem douradas.
E viva o colesterol, que nos dá ânimo ou medo, não sei; mas pelo menos nos leva a caminhar e nos exercitar.


9 comentários:

Neyma disse...

Ana minha querida,
Adorei estas batatinhas fritas!! É realmente dificil faze-las crocantes por fora e macias por dentro. Com essas dicas preciosas com certeza fica muito mais facil!!
Adorei as dicas, vou anotar!!
Muitos beijinhos

Odete disse...

Evito fazer frituras, ainda mais no inverno com aquecedor ligado e casa fechada. Mas essas batatas o marido ia gostar muito.

Beijos

yaralucas disse...

Hummm, sempre faço essas batatas pra acompanhar um bifinho grelhado, fica tããão bom! :o)

(depois não reclame da balança, né? :o) )

Beijos pra você, felicíssimo 2009!

laila disse...

amei suas batatas... não sao meras batatas fritas....o alecrim, o breve cozimento devem deixa-las maravilhosas! bjos

Luciana Macêdo disse...

Mã é mãe e não existe uma melhor que a nosa, e assim queremos ser para os nossos filhotes.
Batatas fritas temseu lugar, seja simplesinha ou bem temperadas.
Bjs!

Fabrícia disse...

Aninha, Aninha ... que gostosra minha filha. Adoro ....
Vc viu...apertei tanto aquele danado ... coida fofa.
Bjs.

Marcia disse...

Ana
Nunca faço em casa mas no começo do ano, neto em casa que adora batatas ou mandiocas fritas, zbri exceção. Fiz mais oum menos como você. Cozinhei um pouco com alecrim e depois fritei em pouco óleo. Ai que medo de ficar engordurada. Mas acho que, como foi um ato de amor puro, elas ficaram crocantes e gostosas.
Beijos querrida

Flavinha disse...

Eu gosto de batatas exatamente assim, só não sabia que era assim que fazia! Que delícia!!!

Beijocas

Mel L. Ramos Bryar disse...

Batatas iguais a da minha querida e falecida bisa...que saudades!!Minha boca até salivou!bjs