terça-feira, 19 de agosto de 2008

BETERRABA, RABA, RABA...

A danada VALENTINA que participa de alguns blogs além do Trem Bom, e colocou no ar o COLHER DE TACHO, com algumas "blogueiras" nossas conhecidas, batizando o mesmo de "Blog convergente" elegeu outra rainha para a quinzena, desta vez a beterraba.
Realmente uma rainha exuberante a começar pela cor maravilhosa.
Nesse nosso Brasilsão, a forma mais popular de comê-la é cozida e bem temperadinha numa salada refrescante ou crua também em saladas. Há pessoas que cozinham juntamente com o feijão para "enganar" as crianças, outras que fazem pães e outras massas, explorando suas potencialidades vitamínicas e também seu colorido único. Também costuma aparecer crua nos sucos com frutas. Já vi também chips de beterraba, bem convidativos e embora nunca tenha feito, sei que na Rússia há a sopa de beterraba (Borscht) que pode ser consumida quente ou fria.
Em torno da beterraba, os menos entendidos como eu, (cadê a NEIDE ?) divagam se é raiz, hortaliça, tubérculo, vegetal. Bem, acho que toda hortaliça é vegetal, nem todo vegetal é hortaliça, todo vegetal tem raiz, mas tubérculo...ih....vamos deixar para quem entende.
Mas, aqui eu vim mesmo pra contar e mostrar o que foi que resolvi fazer.
Pra começar, por ser algo fácil de encontrar, preço razoável e de aproveitamento total, tinha certeza que encontraria algo no meu livro de receitas do Curso do Sesi que fiz, de aproveitamento integral dos alimentos.
E não é que encontrei uma receita inusitada e que chamou a atenção ? Pois imediatamente corri pra fazer.
Comprei um maço de beterrabas bem bonitonas (de tamanho médio) e com as folhas e talos intactos, porque minha participação não ficará apenas com uma receita....aguardem.
A receita é muito simples e os ingredientes o mais corriqueiros em nossas cozinhas, e como aprendi com a LAILA, a receita não tem medidas, mas proporções.
Eu fiz uma medida, assim:

GELÉIA DE BETERRABA
1 xícara de chá de beterraba descascada e picada
1 xícara de banana com casca (higienize direitinho com água sanitária) e picada
1 xícara de açúcar (usei um pouco menos pra não ficar muito melado)
Suco de meio limão espremido e raspinhas da casca (Por minha conta e risco e ficou maravilhoso)

Bater tudo no liquidificador e levar ao fogo baixo, até atingir um ponto de geléia que agrade. Não deixe de mexer para não grudar no fundo da panela. É muito rápido o engrossar e o sabor muito diferente, com a banana não deixando prevalecer aquele gostinho de terra que às vezes sentimos quando comemos beterraba.
Vale a pena. Eu e meu filho experimentamos com pão e requeijão ainda quente. Muito gostosa e rende bastante. Fica lindona em um pote de vidro.

8 comentários:

laila disse...

adorei seu comentario sobre o colher, agardeço ao link e fiquei boba de ver essa maravilhosa geléia...

menina é um escandalo!! acho q vou usar as beterrabadas do desafio e mudar o rumo...vou faezr essa geleia..ehehhe

bjs

Odete disse...

Nossa que diferente! Queria experimentar.
beijo Ana

Magia na Cozinha disse...

A cor é fantástica! Quanto ao paladar só provando para opinar. Eu nunca havia visto este tipo de geléia. De fato, é uma ótima sugestão para aproveitar a beterraba.
Bjs :)

Luciana Macêdo disse...

Realmente variamos pouco os pratos com beterraba o que é uma pena. Adoro a cor e o sabor deste...o que mesmo? Vegetal, raiz...bem, só sei que gostei muito da sua idéia de fazer geléia.
Bjs!

Nani do Paulo disse...

Ai que receita mais inusitada, geleia de beterraba!!!
Beijos

Cláudia disse...

Total novidade para mim!Fiquei com muita vontade de experimentar!
Que geléia linda para presentear também!

bjs

Flavinha disse...

Arrasou com esta participação, Ana!

Stella disse...

Realmente maravilhosa fez o maior


sucesso!!!!Todos queriam a receita;