sábado, 8 de março de 2008

HÓSPEDES DO BARULHO


- Cortar o gramado: Suór e endorfina
- Quirera ou alpiste: Uns 3 ou 4 reais o Kilo
- Pé de pitanga em casa: As próprias sabiás plantaram
- Pé de amoras do vizinho: Sombra no meu quintal e ninhos
- Pé de figo do outro vizinho: Doce pra mim e frutas pra eles
- Acordar com cantoria no seu quintal mesmo sem morar num sítio : NÃO TEM PREÇO !!!
Seguem amostras de canário da terra e rolinha em harmonia.
E no momento em que escrevo este post ouço as caturritas fazendo uma farra na araucária em frente à casa de um dos vizinhos.







3 comentários:

Natural Naturalmente disse...

Enquanto morei no Brasil vivia em uma casa, grande no Brooklin em S.Paulo, na minha casa tinha um belo quintal onde havia uma pitangueira, uma arvore de kincã, uma nespereira, muitas roseiras, no vizinho tinha um abacaterio de mais de 20 metrose do outro lado um caquizeiro. Os barulhentos eram mais que muitos, alguns já eram da casa, minha mãe dava pão todas as manhãs....Bons tempos.
Agora aqui em Lisboa, tenho uma buganvilha na floreira, ela é a responsavel por alguns, mas bons amigos do barulho.

Beijinhos
Márcia

Nani do Paulo disse...

Hospedes assim valem a pena!
Beijos

Eliana Scaramal disse...

Eu também adoraria ter esses hospedes.