segunda-feira, 31 de março de 2008

PRA LÁ DE MARRAKESH

Gosto muito de comida árabe. Um irmão de minha mãe se casou com uma síria e quando éramos crianças adorávamos vê-la falar com os familiares naquela língua tão diferente, comer as deliciosas esfihas, kibes, carneiro, coalhada, arroz com lentilhas e todas as coisas boas que ela fazia e muitas que hoje eu faço pois aprendi com ela.
Uma delas é a coalhada fresca que eu acabo transformando em coalhada seca.
Embora eu tenha uma iogurteira antiga da marca Braun e que tem os copinhos individuais, acabo fazendo da moda tradicional coalhando o leite com um copinho de iogurte natural (Leco, Vigor, Batavo,etc).
Aqueço um a um liro e meio de leite e junto o conteúdo de um copinho. Costumo colocar no forno, bem tampadinho. Em época de frio já cheguei a enrolar em uma toalha e depois em uma manta de lã. Outra opção é aquecer um pouco o forno, desligá-lo e depois deixar a tigela lá dentro, sem balançar o fogão.
Depois que o iogurte fica pronto, eu separo um pouco pra comer com granola, frutas, etc e uma parte eu faço a coalhada seca. Antigamente (nossa como eu sou velha, hehe) eu até usava um pano e deixava esgotando o soro, mas rendi-me á modernidade.
Coloco a coalhada em um coador de papel, encaixo o suporte do coador em uma jarrinha de porcelana e deixo durante a noite na geladeira. No dia seguinte o soro escorreu todinho e eu tiro a coalhada do coador.





Aí é só temperar a gosto. Eu uso azeite, orégano e sal e de vez em quando uma pimentinha ou molho de alho com gergelim.

Outra coisa que gosto é o hommus e quando cozinho o grão de bico também separo um pouquinho para fazer a tal pastinha. Não deixo de molho de um dia para o outro e nem tiro a pele pra não perder a pectina (aquela fibrazinha que serve de "skate" auxiliando nosso intestino a trabalhar).
Coloco na panela de pressão e quando levantar fervura, marco uns 10 minutinhos. Aí desligo o fogo e deixo lá na panela até ela esfriar. Abro, verifico a consistência e normalmente ele está um pouquinho duro ainda, mas faltando apenas um pouquinho para o ponto desejado. Então é só ligar o fogo e o tempo de cozimento acaba ficando bem menor.
Com uma porção de uns 250 gramas, eu bato no liquidificador com umas três colheres de Tahine (aquela pastinha de gergelim comprada no mercado - tem óleo pra caramba...), sal e um dente de alho. Coloco aos poucos e vou batendo também aos poucos com um pouquinho da água do cozimento para o liquidificador não pifar. E está pronto. Na hora de servir, pode-se usar mais azeite de oliva, orégano, limão, azeitonas e folhinhas de hortelã.....sem esquecer de um pãozinho tostado.



21 comentários:

Fabrícia disse...

Que luxo hein D. Ana.... Tb adoro fazer coalhada em casa.....com uma compota de morangos fica divina. Agora a receita da coalhada seca é novidade mil para mim......adorei.
Tb sou fã da culinária sírio-linabesa.....
Arrasou na receitoca.... demais.
Bjs.

laila disse...

Ana vc foi cruel ao colocar num post só coalhada, hommus, azeitonas, pao...como assim??

é mta coisa boa!!!adorei a ideia do coador de papel!!!

bjs

Bete disse...

Olá Ana! Obrigada pela visita lá no blog. Veja só a coincidência,hoje estou fazendo iogurte com leite de soja.Está no forno e ficará pronto amanhã.Faço também queijo, usando vinagre para
coalhar o leite.
Adorei conhecer seu blog, achei muito legal, vou colocar seu link lá.
Bjs!

yaralucas disse...

Hohoho, faltou o babaganuche :o) Essas pastinhas são mesmo uma perdição, deliciosas!!!

Beijos,

Yara - www.uiaqui.blogger.com.br

Laurinha disse...

Sabe o que ajuda também? Qdo vc ligar o forno, para aquecer ó um tantinho, ponha uma tábua de madeira (sabe aquelas de carne, eu não uso mais para carne nem tempero, guardei só para iogurte e pão) então, põe a tábua de madeira no forno, e quando desligasr o forno, põe a vasilha com o leite em cima da tábua, agiliza e mantém a temperatura por mais tempo...

Repito as palavras da Laila, muita coisa boa num só post!!!

Beijinhos,

Luciana Macêdo disse...

Dicas e idéias maravilhosas. Já anotei "tudinho" para não esquecer nenhum detalhe.
Bjs!

Thais disse...

Oi..
que coalhada!
muito legal
tenho um blog de gastronomia
quando puder, de uma passadinha
bjo

Thais

www.comereumbarato.globolog.com.br

Odete disse...

Sou tambem chegadinha na comida do Oriente-Medio. Que bom agora aprender a fazer coalhada seca caseira...agora vou poder incrementar meus pratos. Thanks!
bjs

Fer Ayer disse...

Ana, eu também tenho a iogurteira (Top Therm) e faço o iogurte e depois coloco para pingar, mas ainda uso o modo tradicional...coloco numa frinha branca de tecido que tenho só para isso e tempero com cebolinha, sal e pimenta-do-reino...Nunca tinha feito o homus, pois não sabia...agora vou tentar...vc deixa a pressão tampada ou aberta?
Beijos

Diego disse...

Olá Dona Ana

Estava procurando o manual da iogurteira da Braun e encontrei o seu blog. Ganhei a iorguteira que era da minha mãe e está novinha. Mas, não sei usar. Vc me poderia dar uma dica? muito obrigado.

Ana disse...

Diego:
Vc não deixou seu email, mas vamos lá.
Olha, eu também herdei minha iogurteira e uso bastante.
Ela é muito útil pois os copinhos já são uma dose individual satisfatória (100 ml).
Eu costumo aquecer o leite, misturar o iogurte natural ou daquele saquinho comprado pronto e colocar nos copinhos.
Eles devem ser colocados na iogurteira sem as tampas.
Aí é só ligar, tampar e aguardar o tempo para que virem iogurte.
Vou procurar pelo manual e se encontrar, posso te mandar.
Mande-me teu email.
Ana.

rudi47 disse...

D. Ana, se puder me ajudar tambem com a Iogurteira Braun agradeço. Meu e-mail é rudi47@uol.com.br

manumoraes17 disse...

Olá Dona Ana, sou mais uma à procura do manual de uso da iogurteira Braun. Pode me enviar também, caso tenha encontrado?
Muuuito Obrigada.
pe_moraes@hotmail.com
Abços

Diego disse...

oi, Ana!
muito obrigado pelo dica. meu email é informativo.concurso@gmail.com. Se tiver encontdo o manual mande para mim. Desde lo agradeço.

.........Svea Kroner disse...

Olá Ana, parabéns pelo blog! Vou aprender a fazer a coalhada deste post. Também ADOOOOORO comida árabe!! Você encontrou o manual da iogurteira Braun? Acabo de herdar uma de minha mãe e também gostaria de usá-la. Meu e-mail é sveakroner@gmail.com

.........Svea Kroner disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
.........Svea Kroner disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
.........Svea Kroner disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
.........Svea Kroner disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Hussein Mouazzem disse...

Gostaria de saber se voces já conseguiram o manual da iogurteira Braun. Também estou a procura. Caso tenham, me informe através do e-mail hussein.mouazzen@gmail.com. Um abraço a todos.

Eduardo Sabino disse...

Ola. Vocês já conseguiram o manual?
Se sim, me enviem por email por favor: rachelpacheli@hotmail.com
Obrigada!